Você sabe dizer se um alimento é ultraprocessado?

Para quem se preocupa com a saúde, um tópico muito importante é a alimentação. Quanto mais frescos e naturais os ingredientes, obtemos pratos mais saudáveis, que permitem a nutrição devida de todas as partes do organismo humano. Por outro lado, existem outros tipos de alimento que não são tão saudáveis assim, como o ultraprocessado.

De acordo com especialistas da área da saúde, comer alimentos ultraprocessados aumenta o risco de desenvolvimento de doenças crônicas, como as cardiovasculares, e outras complicações, como obesidade e câncer. Portanto, é imprescindível entender quais são os alimentos que se enquadram nesta categoria para evitar que eles cheguem até a sua geladeira.

Veja os tipos de alimento ultraprocessado menos prejudicial

De maneira geral, os alimentos ultraprocessados podem ser classificados em quatro grupos. O primeiro grupo é formado por produtos não processados ou minimamente processados, como frutas congeladas, farinhas, leite pasteurizado e carne congelada. Estes alimentos não sofrem alterações significativas ou são modificados por processos de cozimento, desidratação, congelamento e outros.

O segundo grupo é composto por ingredientes que foram criados in natura do grupo 1 através de técnicas como a centrifugação e a pressão. Estes são utilizados na preparação de refeições e incluem itens como a manteiga, os óleos vegetais e o sal.

Evite estes alimentos em sua dieta

Já o terceiro grupo abrange os alimentos processados, como os vegetais enlatados, queijos frescos e carnes curadas, que recebem adição de químicos para serem preservados e ganhar estabilidade e durabilidade.

Por fim, há o quarto e último grupo que deve ser evitado. Estes são os alimentos ultraprocessados, que contêm ingredientes não utilizados em cozinhas caseiras, como proteínas isoladas e aditivos tais como corantes, saborizantes e emulsificantes. Além de possuírem maior durabilidade, são calóricos e têm alto teor de açúcar, gorduras não saudáveis, amido refinado e sódio.

Imagem: 1000 Words / shutterstock.com

Relacionadas