Teoria das probabilidades e apostas esportivas

Muitos apostadores de sucesso afirmam que você pode realmente se tornar um profissional se entender a ciência, em particular a teoria da probabilidade, e aprender como aplicá-la para prever os resultados de eventos esportivos. 

Há lógica nessa abordagem. Afinal, ao realizar apostas esportivas, o apostador deve focar não apenas em seus sentimentos pessoais, mas também ser capaz de analisar a situação, levando em consideração diversos fatores. 

Cada momento tem seu próprio significado e, como resultado, reduz ou aumenta a probabilidade de um determinado resultado. 

Vamos dar uma olhada em como essa ciência matemática pode ser útil para usuários que fazem apostas, bem como quais coisas importantes precisam ser compreendidas inicialmente.

O que é a teoria da probabilidade e como ela se relaciona com os esportes?

A teoria da probabilidade nas apostas, em termos simples, é um estudo do impacto de fatores regulares e aleatórios nos resultados de eventos esportivos. Baseia-se na crença de que todos os eventos são previsíveis e ocorrem de acordo com as leis matemáticas.

As ideias desta teoria começaram a ser utilizadas para calcular as probabilidades no jogo no início do século XX. Os matemáticos realizaram experimentos especiais e testaram a teoria do entretenimento de jogos

A teoria da probabilidade, se falamos de apostas esportivas, é uma ferramenta analítica que permite avaliar as probabilidades de vários resultados de eventos esportivos. Leva em consideração vários fatores: o histórico de confrontos da equipe, a forma esportiva dos jogadores, as lesões, as condições da partida e muito mais.

A teoria da probabilidade não é uma garantia absoluta da previsão correta dos resultados dos eventos esportivos. Fornece apenas estimativas probabilísticas. Há sempre um elemento de sorte nos esportes que pode afetar os resultados.

Que termos um apostador precisa entender?

Se você deseja se envolver em apostas esportivas levando em consideração a teoria da probabilidade, primeiro deve entender o significado dos seguintes termos básicos:

  • Probabilidade. Este é um indicador da possibilidade de encerrar um evento com um determinado resultado. É expresso como números de 0 a 1, onde 0 significa impossibilidade e 1 é um resultado garantido.
  • Evento. Este é o resultado de uma determinada ação. Existem três tipos de eventos: críveis, que certamente acontecerão (a moeda certamente cairá na superfície); impossível, o que não pode acontecer de acordo com as leis da natureza (as leis da gravidade não permitem que a moeda fique suspensa no ar); e aleatório, onde o resultado será determinado aleatoriamente (cara ou coroa cairá ao jogar).

Expectativa matemática. A soma dos resultados prováveis multiplicados por suas probabilidades. Na verdade, é um indicador do resultado médio a longo prazo.

  • Dispersão. A diferença entre os resultados reais e a expectativa matemática. Por exemplo, ao lançar uma moeda, há 50% de chance de sair cara, mas isso não significa que cairá coroa na próxima jogada.

Como usar a teoria da probabilidade?

Qualquer partida esportiva é um evento no qual pode haver pelo menos dois ou três resultados. 

A probabilidade de cada um é calculada usando fórmulas e valores padrão. Se no caso do lançamento de uma moeda há apenas dois resultados possíveis, então em uma partida esportiva tudo é mais complicado.

O desequilíbrio de poder é levado em conta, assim como a possibilidade de empate. Além disso, vários resultados estatísticos são calculados, por exemplo, handicaps, totais. 

Esses cálculos são realizados por analistas de casas de apostas. A probabilidade do resultado é o coeficiente que você vê ao fazer apostas esportivas.

Além disso, a teoria da probabilidade é utilizada em muitas estratégias de apostas e gerenciamento de bankroll na implementação de apostas esportivas (Martingale, Flat, D’Alembert). Supõe-se que o capper considerará não apenas a margem, mas também o desvio da norma, padrões matemáticos.

Relacionadas