Saiba as verdades e mentiras sobre os piolhos; entenda como proteger seus filhos

O início do ano letivo não é marcado apenas pela compra de material escolar e o preparo das lancheiras. Um antigo vilão vem causando preocupação aos pais: o piolho. Especialistas alertam que a infestação ocorre com maior frequência nos primeiros meses letivos, pois o clima quente acelera o desenvolvimento destes insetos.

Segundo dermatologistas, a infestação de piolhos é comum em crianças devido ao contato físico mais próximo vivenciado por elas, resultando em um ambiente propício para a proliferação desses insetos.

Quais são os principais sintomas da pediculose?

piolhos
Imagem: Africa images / shutterstock.com

A coceira intensa no couro cabeludo, particularmente nas áreas atrás das orelhas e na nuca, é o sintoma predominante da pediculose, conhecida cientificamente como infestação por piolhos.

É fundamental ter cuidado para não criar feridas ao coçar. A infestação é transmissível até que todos os insetos estejam mortos na pessoa infectada.

Como evitar a disseminação dos piolhos?

Os piolhos têm a capacidade de sobreviver por até dez dias em objetos como pentes, escovas, roupas e lençóis. Portanto, é recomendável higienizar esses itens utilizando água quente.

Além disso, é vital informar a escola caso haja sintomas de pediculose e verificar a presença de lêndeas (ovos do piolho) no cabelo de familiares que mantêm contato com a criança.

Dúvidas comuns

  1. Piolhos voam de uma cabeça para outra? Não, piolhos não voam e nem pulam. Eles se espalham pelo contato próximo da cabeça de uma pessoa com outra ou pelo compartilhamento de objetos;
  2. Podem ser transmitidos pelo travesseiro ou pente? Sim, a transmissão pode acontecer com a troca de objetos de uso pessoal;
  3. Eles sobrevivem fora do hospedeiro? Sim, piolhos permanecem vivos por até 24 horas fora do hospedeiro. Os ovos podem sobreviver por até dez dias, em condições de alta umidade e temperatura acima de 28 ℃;
  4. Adultos podem pegar piolho? Sim, o piolho não diferencia entre idade, raça ou nível socioeconômico. No entanto, as crianças em idade escolar estão mais propensas devido ao contato mais próximo.

Como tratar a infestação corretamente?

Além de usar um pente fino para a remoção dos insetos, o ideal é procurar um médico. O profissional indicará os medicamentos adequados, incluindo xampus e remédios de uso oral.

Veja também:

Planejando férias? Veja 10 locais no Brasil para fazer sua viagem

É muito importante lembrar que automedicação pode ser prejudicial, portanto, deve-se evitar o uso de medicamentos sem a orientação médica.

Curiosidades sobre os piolhos

  1. Prender o cabelo pode ajudar a evitar a contaminação, pois dificulta a disseminação dos insetos;
  2. Animais domésticos como cães e gatos podem ter piolhos, porém, não são os mesmos que infectam os humanos;
  3. O vinagre pode ajudar na remoção de lêndeas (ovos do piolho), facilitando seu desprendimento do fio de cabelo ao utilizar um pente fino.

Essas foram algumas informações para auxiliar pais e responsáveis na prevenção e combate aos piolhos. Lembre-se: a higiene é fundamental, mas o tratamento médico é imprescindível em caso de infestação.

Imagem: Africa images / shutterstock.com

Relacionadas