Qual é a diferença entre perder peso e emagrecer?

Emagrecer e perder peso são conceitos que frequentemente se confundem, mas é fundamental distinguir entre reduzir números na balança e perder gordura corporal de forma saudável. Muitas pessoas, ao tentarem emagrecer, fixam-se exclusivamente na balança, sem considerar aspectos cruciais como a composição física e a saúde a longo prazo.

É comum a confusão entre perder peso e emagrecer, mas há uma distinção clara: perder peso pode ocorrer através da perda de músculos, água e até massa óssea, enquanto emagrecer está diretamente ligado à diminuição da porcentagem de gordura corporal. Esse entendimento é essencial para adotar uma abordagem de perda de peso que seja efetiva e saudável.

Como a perda de gordura deve ser abordada?

Um médico realizando densitometria de uma pessoa
Imagem: james benjamin / shutterstock.com

Segundo o assessor esportivo Leandro Twin, é fundamental focar na queima de gordura e não apenas na redução do peso. “Quando você combina uma dieta de emagrecimento com um treino voltado para hipertrofia, o resultado na balança pode não ser imediato, mas a perda de gordura é mais significativa”, explica Twin.

A adoção de dietas extremas pode parecer uma solução rápida, mas traz riscos à saúde e não sustenta resultados a longo prazo. “Dietas com calorias muito restritas e uso excessivo de supressores de apetite podem levar à rápida perda de peso, porém, não necessariamente à redução de gordura”, alerta Twin.

Ele reforça que um equilíbrio entre déficit calórico moderado e exercícios adequados proporciona uma perda de gordura saudável e sustentável.

  • Identifique suas necessidades calóricas diárias;
  • Inclua exercícios de força no seu plano de treinos;
  • Evite dietas que prometem resultados rápidos e fáceis;
  • Mantenha uma hidratação adequada;
  • Consulte um profissional para acompanhamento personalizado.

Existe uma maneira de emagrecer sem perder peso significativo?

Sim! De acordo com especialistas, é possível reduzir o percentual de gordura sem que haja uma alteração drástica no peso, especialmente quando se preserva a massa muscular. “A chave está em não se deixar enganar pelos números na balança e focar na transformação física e na saúde”, conclui Twin.

Esse processo inclui a adoção de um estilo de vida que promova o bem-estar geral, além de uma alimentação balanceada e exercícios regulares.

Veja também:

IA que cria músicas é liberada pelo YouTube; confira a novidade

Dedicar-se à própria saúde sempre vale a pena e traz resultados duradouros que vão muito além da estética. Entender que emagrecer saudavelmente não é meramente uma questão de perder peso pode ser o primeiro passo para uma vida mais saudável e satisfatória.

Imagem: supawat bursuk / shutterstock.com

Relacionadas