Quais países permitem a compra da cidadania?

Muitos brasileiros sonham em ter dupla cidadania, mas acham que só é possível para quem tem descendência estrangeira direta. No entanto, é possível comprar a cidadania de diversos países, abrindo portas para inúmeras oportunidades ao redor do mundo. Esse investimento pode ser especialmente interessante para quem viaja frequentemente ou quer ter os mesmos direitos de um cidadão nato.

A obtenção de uma dupla cidadania por meio de investimento é uma realidade para muitos, oferecendo não apenas a oportunidade de viver com mais liberdade ao redor do mundo, mas também de contribuir e se integrar em novas culturas e economias. Com as devidas pesquisas e investimentos, o sonho de se tornar um cidadão global pode se tornar realidade.

Quais são os países que oferecem cidadania por investimento?

Imagem de mapa do mundo, miniatura de avião e câmera fotográfica em cima da mesa. cidadania
Imagem: Yuganov Konstantin / Shutterstock.com

Vamos explorar alguns dos países que vendem sua cidadania e o custo associado a cada um deles, fornecendo uma visão geral de como você pode realizar o sonho de ter uma dupla cidadania.

1. Tailândia

  • Elite Easy Access: Custa cerca de R$ 58 mil, ideal para empresários e viajantes frequentes.
  • Elite Family Excursion: Voltado para famílias, com taxas adicionais por membro adicional.
  • Elite Ultimate Privilege: Plano premium de longo prazo que inclui uma gama de privilégios, custando mais.

2. Turquia

Oferece várias opções de investimento para cidadania, incluindo a compra de imóveis a partir de R$ 930 mil ou depósitos bancários significativos.

3. Grécia

O “Golden Visa” grego permite a residência por meio de um investimento imobiliário mínimo de aproximadamente R$ 1 milhão, com possibilidade de solicitar cidadania após 7 anos.

4. Portugal

Seu famoso Golden Visa oferece flexibilidade e várias opções de investimento, desde a transferência de capital até a compra de imóveis, com valores a partir de € 350 mil.

5. Estados Unidos

O programa EB-5 permite aos investidores obterem o Green Card ao investir a partir de US$ 500 mil em negócios que criem empregos no país.

6. Austrália

Requer um patrimônio pessoal significativo e um investimento mínimo de AUD $1,5 milhões.

7. Nova Zelândia

Oferece duas opções de visto de investidor, com montantes de investimento começando em NZD $3 milhões.

8. Reino Unido

Requer um investimento de £2 milhões em títulos do governo ou empresas ativas.

9. Áustria

Permite a concessão de cidadania por contribuições significativas à economia ou sociedade, com investimentos diretos altos ou doações para projetos sociais.

Veja também:

Pessoas nestas idades costumam passar por crises existenciais; confira

10. Canadá

O programa exige experiência comercial, um patrimônio líquido mínimo e significativos investimentos em programas governamentais.

Imagem: M-Production / Shutterstock.com

Relacionadas