Fraudes financeiras correspondem a 94% dos crimes online, revela pesquisa

Com a constante evolução da tecnologia, o mundo digital oferece inúmeras possibilidades, mas também abre portas para ameaças cada vez mais complexas. O recente relatório Data Breach Investigations Report, divulgado pela Verizon, lança luz sobre um cenário alarmante: as fraudes financeiras dominam os crimes cibernéticos, representando uma parcela esmagadora de 94,6% dos casos ocorridos em 2022.

O estudo revela uma realidade em que informações pessoais roubadas e ataques diretos visam a busca por recompensa financeira, destacando a necessidade urgente de medidas de segurança eficazes para proteger indivíduos e organizações.

Ransomware e fraudes financeiras

Um dado preocupante revelado pelo relatório é que 24% de todos os dados revelados envolveram o uso de ransomware. Essa ameaça continua a assombrar organizações, infiltrando-se em seus sistemas e “sequestrando” informações sensíveis.

Hacker usando computador
Imagem: Gorodenkoff / Shutterstock.com

A prática nefasta exige um resgate para evitar a divulgação das informações comprometedoras, destacando o grau de sofisticação que os criminosos alcançaram nesse campo. Esse número alarmante evidencia a urgência de implementar medidas de segurança mais robustas para conter a propagação desse problema.

Importância da segurança virtual

Uma descoberta intrigante do relatório é que 74% das informações identificadas envolveram o elemento humano. Anchises Moraes, especialista em cibersegurança da Apura Cyber ​​Intelligence, observa que essa tendência vai além das vulnerabilidades técnicas.

Veja também:

Novo tratamento promete recuperar dentes; veja como funciona

As fraudes cibernéticas frequentemente exploram o erro humano, o uso indevido de privilégios, credenciais roubadas ou até mesmo a engenharia social para atingir seus objetivos maliciosos. Isso ressalta a importância não apenas de sistemas de segurança robustos, mas também da conscientização e educação contínua dos usuários para evitar cair em armadilhas cibernéticas.

Crime organizado online

O relatório não apenas aponta para a predominância alarmante de fraudes financeiras no cenário cibernético, mas também revela a crescente presença do crime organizado. Com 70% das informações relacionadas a atores externos e vinculados ao crime organizado, fica claro que o crime cibernético está se tornando uma força cada vez mais influente e perigosa.

Imagem: smx12 / shutterstock.com

Relacionadas