Curador diz que Exposição Queermuseu Santander foi encerrada sem qualquer consulta a ele.

Campanha nas redes sociais motivou o encerramento, ontem (11), da exposição Exposição Queermuseu Santander. A alegação era que a mostra incentivava a pedofilia, zoofilia, pornografia e a blasfêmia.

Leia mais:

A Semana Farroupilha começou: conheça uma rádio regional online!

Grupos LGBT fazem ato a favor da exposição do Santander Cultural.

Veja as Imagens Santander Exposição censuradas pelo MBL.

O curador da exposição Queermuseu – Cartografias da Diferença na Arte Brasileira, Gaudêncio Fidélis, conversou com a ZH por telefone e conta que não teve participação no fechamento da mostra:

“Essa decisão foi unilateral do Santander. Não fui consultado em nenhum momento sobre isso e ninguém do Santander entrou em contato comigo ainda. Inclusive, fiquei sabendo do fechamento através de um grupo de whatsapp formado por apoiadores da Queermuseu. Sou absolutamente contra o fechamento.”

Para ele, as críticas e a repercussão negativa nas redes sociais foram inesperadas. “Dentre as 270 obras da mostra, apenas quatro talvez pudessem ter causado essas manifestações. Recebo essa decisão como um choque. Não esperava nada do gênero, até porque a exposição estava sendo muito bem recebida e elogiada até agora. Estava tudo bem, até que, em algum momento, alguma coisa apareceu e desencadeou tudo isso. Esse pessoal do MBL é muito reacionário”, afirma Gaudêncio.

O Santander Cultural iniciou a exposição no dia 14 de agosto e as acusações promovidas nas redes sociais em perfis de entidades e internautas, de que há promoção à à blasfêmia contra símbolos católicos, pedofilia, zoofilia e pornografia. A mostra tinha a intenção de promover, segundo eles, dar visibilidade ao universo LGBT e as obras e artistas marginalizados.

Gostou da notícia? Então que tal você seguir as nossas redes sociais como o Twitter e Facebook para você continuar acompanhando as melhores matérias sobre tecnologia, entretenimento e redes sociais, diariamente, em suas redes sociais.

Via ZH.


CEO

Aprecio empreendedorismo, tecnologia, administração e gestão de pessoas. Um dos fundadores do site e CEO da Optclean Tecnologia.