Crise no mundo gamer: Sony demite mais de 800 funcionários e fecha estúdio

Em um anúncio chocante, a Sony Interactive Entertainment revelou a demissão de cerca de 900 pessoas, o que representaria aproximadamente 8% de sua força de trabalho espalhada pelo mundo.

Essa decisão resultará no fechamento do PlayStation London Studio, conhecido pela produção de jogos VR.

Impactos do encerramento do PlayStation London Studio

sony
Imagem: Divulgação / Sony

Com esta notícia, muitos estúdios ao redor do mundo sentirão os efeitos dos cortes da Sony. O PlayStation London Studio, em particular, é responsável pela produção de jogos de realidade virtual e, infelizmente, será completamente fechado.

As especificações do número total de cortes ainda estão sendo esclarecidas, mas entende-se que eles afetarão uma gama considerável de estúdios.

Todas essas ações foram feitas em nome do crescimento contínuo da empresa. Jim Ryan, chefe da PlayStation, declarou em uma nota oficial que “ficou claro que mudanças são necessárias para manter o crescimento do negócio e desenvolver a companhia”. Balanças precisam ser feitas, e a infeliz realidade é que algumas áreas sofrem mais do que outras.

Problemas para a Indústria dos Games em 2024

Apesar de ainda estarmos no início de 2024, a indústria de jogos já está passando por um período difícil. Com o fechamento do PlayStation London Studio, a Embracer demitiu mais de 1.400 pessoas e continua cortando em sua reestruturação.

Por outro lado, a Microsoft também cortou 1,9 mil pessoas do Xbox Studios após a aquisição da Activision Blizzard. A soma total destas demissões é de mais de 4 mil pessoas na indústria dos games até fevereiro de 2024.

O futuro da Sony e do setor de games

Analisando os fatos atuais, o panorama para a indústria dos games parece sombrio. Contudo, a Sony ainda tem esperanças para o futuro, com o lançamento previsto do PS5 Pro e do tão esperado GTA VI.

Veja também:

Robô lunar inativo japonês “volta a vida” e envia imagens da Lua

O sucesso desses lançamentos pode ajudar a empresa a equilibrar suas perdas e evitar mais cortes de pessoal.

Imagem: Divulgação / Sony

Relacionadas