A chuva de meteoros Perseidas (da Constelação de Perseu) será visível a olho nu neste final de semana. O fenômeno que pode ser observado de 17 de julho a 24 de agosto, alcança o seu pico no sábado

Aqui, você encontra algumas dicas para ter maiores chances de poder assistir ao evento astronômico.

Leia também

Nasa pagará R$ 50 mil por mês para Oficial de Proteção Planetária

Sonda Juno da Nasa encosta na “Grande Mancha Vermelha” de Júpiter

O que é a Chuva de Meteoros Perseidas?

As chuvas de meteoros são muito comuns na Terra, e elas acontecem quando um cometa, por exemplo, deixa um rastro por onde passa.

Quando nosso planeta cruza o caminho por onde passou o cometa, pedaços do corpo celeste que ficaram para trás acabam caindo em nossa atmosfera, formando meteoros.

Neste caso, o cometa em questão é o 109P/Swift-Tuttle.

Será possível ver a chuva de meteoros Perseidas do Brasil?

Sim, em alguns locais. No Brasil, quem estiver nas regiões norte e nordeste terão mais chances de ver a chuva de meteoros Perseidas, isso porque o fenômeno será visto do hemisfério norte, e quem estiver no hemisfério sul, abaixo da Linha do Equador, quase não poderá ver.

Se você se encontra no Norte ou Nordeste do Brasil, poderá ver a chuva de meteoros Perseidas a partir de um local com baixa iluminação. Assim, com o céu mais escuro, você conseguirá ver a chuva.

Quando Perseidas poderá ser vista novamente?

Caso você não consiga observar a chuva de meteoros neste final de semana, não se preocupe, pois outras oportunidades virão.

A trajetória da Terra cruza esta chuva de meteoros todos os verões do hemisfério Norte (invernos no Brasil). Aliás, este nem é o melhor ano para tal.

“Para ser honesto, não é um bom ano” para as Perseidas, declarou à AFP Robert Massey, diretor executivo interino da Royal Astronomical Society (RAS) de Londres. “Poderemos, com sorte, ver 20 a cada hora”, assinalou.

Neste ano, são cinco vezes menos meteoros do que em outros anos no hemisfério Norte, de onde podem ser observadas entre 100 e 120 meteoros a cada hora no momento de pico deste fenômeno.

Isso porquê a Lua minguante na noite de sábado estará 72% iluminada, o que deixará o céu muito claro e impedirá a visualização dos meteoros mais fracos.

Não se esqueça de curtir a nossa página no Facebook e nos seguir no Twitter para receber mais posts como este.


Graduanda em ciência e tecnologia. Apaixonada por ciências e tecnologia e entusiasta das infinitas possibilidades do Universo!