Afinal, quando começa a Semana do Consumidor de 2024?

A Semana do Consumidor foi confirmada para 2024 e vai acontecer entre os dias 14 e 20 de março. Grandes nomes do e-commerce brasileiro como Amazon, Magazine Luiza e Mercado Livre participam da semana promocional, oferecendo uma série de ofertas e benefícios para os consumidores, como cupons de desconto, frete grátis e até mesmo cashback.

A Semana do Consumidor é um evento promocional que ocorre anualmente, onde tanto lojas físicas como virtuais oferecem descontos e promoções em produtos de diferentes categorias. O evento celebra o Dia do Consumidor, que ocorre todos os anos no dia 15 de março, data escolhida em referência ao dia em que o ex-presidente dos Estados Unidos, John F Kennedy,

Quando começa a Semana do Consumidor 2024?

Em 2024, a Semana do Consumidor será realizada entre os dias 14 e 20 de março. Durante este período, lojas físicas e virtuais oferecerão ofertas exclusivas em produtos de diversas categorias, tais como eletrônicos, eletrodomésticos, cosméticos, roupas, calçados, livros e muito mais. Os descontos são oferecidos para incentivar o consumo e aumentar a confiança dos clientes.

Carrinho de compras e sacola de compras em miniatura ao lado de um notebook
Imagem: KPs Photography AND Film / shutterstock.com

É esperado que a grande maioria dos varejistas participe do evento na Semana do Consumidor 2024. Com isso, a tendência éde que consumidores encontrem promoções em lojas como Magazine Luiza, Lojas Americanas, Casas Bahia, Shopee, Mercado Livre, entre outras. Para acompanhar as possíveis promoções, os consumidores devem ficar de olho nos sites oficiais e nas redes sociais dos e-commerces.

Como comprar com segurança?

Conforme a Semana do Consumidor se aproxima, a quantidade de golpes online pode aumentar. Por isso, é importante que os consumidores tomem alguns cuidados para não caírem nessas armadilhas. É fundamental verificar se a loja em que se pretende fazer a compra é oficial e confiável.

Veja também:

IA do Google é adicionado no Google Mensagens

Além disso, ofertas muito boas para os consumidores podem ser um indício de fraude. Uma dica é procurar o CNPJ da loja na Receita Federal e verificar se ele se encontra na lista de sites proibidos pelo Procon-SP. Dessa maneira, o site Reclame Aqui pode auxiliar a verificar a reputação da loja em relação às avaliações de outros clientes.

Imagem: Nataliya Vaitkevich / Pexels.com

Relacionadas