Afinal, mulheres trans podem amamentar? A resposta vai te surpreender

As capacidades maternas estão evoluindo, e um tópico recente que está desafiando suposições tradicionais é a amamentação de mulheres transgênero. Muitas pessoas acreditam que apenas mulheres cisgênero têm a capacidade de amamentar seus bebês, mas a ciência está mostrando um caminho diferente.

Em 2018, a revista Transgender Health publicou um estudo de caso que deixou muitos boquiabertos. Uma mulher transgênero de Nova Iorque conseguiu induzir a lactação e amamentar seu bebê com sucesso.

o leite materno está nas mamadeiras de bombeamento elétrico colocadas em uma cama com a mãe amamentando o fundo do bebê recém-nascido
Imagem:nBaLL LunLa/shutterstock.com

Como conseguiram fazer isso?

Através do uso de terapia hormonal e de uma bomba para extrair leite antes do nascimento do bebê. Esse método já é conhecido entre as mulheres cis, mas agora está se mostrando eficaz também para mulheres trans.

Veja também:

Assistir vídeos no YouTube ficou muito mais fácil com este app; veja como

Mas a ciência não parou por aí. Em maio de 2023, o Journal of Human Lactation trouxe novas descobertas. Um estudo focou em outra mulher transgênero e analisou amostras de seu leite materno. Surpreendentemente, o leite produzido continha níveis de proteína, gordura, lactose e calorias equivalentes ou até superiores aos encontrados no leite de mulheres cisgênero.

Limitações e desafios da amamentação transgênero

No entanto, é importante destacar que a amamentação transgênero ainda enfrenta desafios. A produção diária de leite muitas vezes não atende às necessidades alimentares completas de um bebê. Isso significa que mais pesquisas são necessárias para entender como otimizar a produção de leite em mulheres transgênero.

Além disso, mulheres trans que optam por amamentar enfrentam o estigma e a falta de compreensão. É fundamental que os profissionais de saúde sejam treinados e informados sobre a amamentação transgênero para oferecer o apoio necessário a essas mães.

Impacto na maternidade de mulheres transgênero?

As descobertas desses estudos representam um grande avanço para as mulheres transgênero. Elas desafiam as noções tradicionais de maternidade e paternidade, mostrando que todas as formas de parentalidade são válidas e devem ser celebradas.

O vínculo entre mãe e filho pode ser fortalecido através da amamentação, independentemente da identidade de gênero da mãe. À medida que a ciência continua a evoluir, é importante lembrar que devemos oferecer nosso apoio e respeito a todas as mães em sua jornada de criação de filhos.

Imagem: maxim ibragimov / shutterstock.com

Relacionadas