9 jogos clássicos já tiveram as vendas proibidas no Brasil; veja quais são

Com o avanço tecnológico e a popularização dos jogos eletrônicos, o debate em torno do efeito desses games no comportamento humano tomou grandes proporções a ponto de chegar em decisões drásticas como a proibição de alguns títulos em diferentes partes do mundo.

A violência, muitas vezes explícita nos jogos, é apontada como responsável por influenciar negativamente jovens e adultos, sendo um dos principais argumentos de setores que defendem o banimento desses produtos.

Jogos clássicos banidos no Brasil: uma retrospectiva

Controle de videogame. Mudança nos games
Imagem: VanDulti / Pixabay

A lista a seguir, destaca os jogos clássicos que enfrentaram restrições ou proibições no Brasil devido a diferentes razões, incluindo conteúdo violento, temáticas controversas e questões legais:

  1. Carmageddon (1997):
    • Razão: Incentivo a atropelamentos e comportamento violento ao volante;
    • Status no Brasil: Proibido após classificação do Ministério da Justiça.
  2. Duke Nukem 3D (1996):
    • Razão: Banido no Brasil em 1999 após uma tragédia no cinema envolvendo um estudante;
    • Status no Brasil: Banido.
  3. Bully (2006):
    • Razão: Temática do bullying nas escolas;
    • Status no Brasil: Vendas proibidas por 8 anos (2006 a 2016).
  4. Counter-Strike (1999):
    • Razão: Mapa faz menção às favelas do Rio de Janeiro, gerando polêmica;
    • Status no Brasil: Proibido.
  5. EverQuest (1999):
    • Razão: Ofereceu missões com decisões morais aos jogadores, causando estranhamento;
    • Status no Brasil: Sem informações específicas, mas enfrentou controvérsias.
  6. Grand Theft Auto IV – DLC “The Ballad of Gay Tony” (2010):
    • Razão: Questões referentes aos direitos autorais de uma música;
    • Status no Brasil: Proibida brevemente.
  7. Doom (1993):
    • Razão: Enfrentou proibição após uma tragédia em um cinema de São Paulo;
    • Status no Brasil: Proibido temporariamente.
  8. Mortal Kombat:
    • Razão: Enfrentou proibições e controvérsias em diversos países, incluindo o Brasil;
    • Status no Brasil: Sem informações específicas.
  9. Postal 1 e 2:
    • Razão: Violência e humor satírico;
    • Status no Brasil: Proibidos pelo Ministério da Justiça após uma tragédia em um shopping paulista.

Jogos violentos devem ser proibidos?

Ainda que muitos títulos tenham sido proibidos no Brasil, assim como em outros países, é importante ponderar que a decisão de banir jogos é complexa e multidimensional. As questões levantadas vão desde os efeitos concretos desses jogos na vida real até a manutenção da liberdade criativa e expressão pessoal.

Veja também:

Segredo para o jejum intermitente funcionar é revelado; confira

Para os defensores da indústria dos games, é necessária uma abordagem equilibrada e cada caso deve ser observado de forma individual para evitar generalizações e conclusões precipitadas.

Imagem: VanDulti / pixabay.com

Relacionadas