50 mil aparelhos já foram bloqueados pelo Celular Seguro; saiba mais

O programa Celular Seguro alcançou a marca de 50 mil celulares bloqueados após alertas de perda, roubo ou furto. Lançada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), a iniciativa impede que terceiros acessem os aparelhos e aplicativos digitais dos proprietários nessas situações.

Desde a sua criação em dezembro do ano passado, o Celular Seguro registrou mais de dois milhões de cidadãos. Em abril deste ano, o programa recebeu uma atualização significativa, aprimorando o processo de registro de ocorrências. Agora, a vítima precisa apenas de uma conta gov.br para acessar o site celularseguro.mj.gov.br ou o aplicativo da iniciativa e acionar o botão de emergência.

Integração do Celular Seguro com bancos

Celular Seguro
Imagem: Divulgação / Gov.br

O Celular Seguro oferece ainda outra funcionalidade crucial. Bancos e instituições financeiras que aderiram ao projeto bloqueiam automaticamente as contas dos cidadãos que perdem o acesso ao celular. Em breve, o MJSP pretende integrar as operadoras de telefonia ao processo, permitindo o bloqueio da linha telefônica do consumidor de forma automática a partir do mesmo procedimento.

Importante destacar que os bloqueios realizados pela plataforma Celular Seguro são irreversíveis de maneira simplificada. Para garantir a segurança dos usuários, os desbloqueios devem ser solicitados diretamente às operadoras, bancos e outras empresas envolvidas.

Recurso para proteção de dados e recursos digitais

O Celular Seguro se destaca como uma ferramenta eficaz na proteção dos dados e recursos digitais dos brasileiros. Ao impedir o uso indevido dos aparelhos, o programa oferece uma camada adicional de segurança para milhões de cidadãos.

A adesão massiva à iniciativa reflete a confiança da população no sistema e ressalta a importância de medidas rápidas e eficientes em casos de perda, roubo ou furto de celulares.

Veja também:

Google Fotos libera de graça IA para editar imagens; confira a novidade

A evolução constante da ferramenta e a ampliação de suas funcionalidades demonstram o compromisso do MJSP em proteger os consumidores e promover a segurança digital. Com novas parcerias e melhorias previstas, o Celular Seguro promete se consolidar ainda mais como um recurso essencial na luta contra crimes relacionados a dispositivos móveis no Brasil.

Imagem: Divulgação / Gov.br

Relacionadas